NBA: Os brasileiros da temporada 19-20

Nos últimos anos, o mercado da NBA vem se expandindo cada vez mais e para todas as regiões do mundo. Além do mercado econômico, também abre para os jogadores estrangeiros. Se em décadas passadas, era motivo de surpresa termos atletas brasileiros no maior basquete do mundo, agora não é mais.

Nenê Hilário, Anderson Varejão e Leandrinho Barbosa fizeram sua história na NBA e, com isso, abriram portas para os atletas brasileiro. No próximo dia 22 de outubro, teremos início de mais uma temporada. Você sabe quais os brasileiros estarão na liga deste ano?

. Nenê Hilário

Talvez maior nome do basquete brasileiro da NBA de todos os tempos, Nenê está na Liga desde 2002. Após difícil negociação com os Rockets, o pivô não renovou o seu contrato ao final da temporada. Ficou por dois meses livre no mercado, mas finalmente chegou a um acordo. Defenderá a franquia por mais uma temporada. É a principal estrela entre os brasileiros na NBA e vai para a sua 17ª temporada.

Nos números, Nenê Hilário ficou por dez anos no Denver Nuggets. Atuou em 555 partidas e anotou 6.868 ponto, com uma média de 12.37 pontos por partida. Após toda essa história o jogador foi para o Washington Wizards e ficou de 2012 a 2016. Em 249 partidas, anotou 2.941 pontos. No Rockets, seu último clube, o brasileiro está há duas temporadas. Converteu 949 pontos nas 119 partidas que esteve em quadra.

Em sua carreira, Nenê tem média de 26.2 minutos, 11.3 pontos, 6.0 rebotes e 1.8 assistências por jogo.

Saiba mais: Quais as franquias favoritas para levantar o caneco na temporada 19-20 na NBA?

 

. Raulzinho

Na NBA desde 2015, Raulzinho chegou na liga após passagens pelo Minas (Brasil), Gipuzkoa Basket (Espanha), e UCAM Murcia (Espanha). Até a temporada passada o atleta atuou pelo Utah Jazz. Participou de 199 partidas, sendo 54 como titular.

Foi dispensado pelo Jazz, mas não ficou muito tempo sem franquia. O Philadelphia 76ers ofereceu contrato de uma temporada, aceito prontamente pelo atleta.

Em sua carreira na NBA, Raulzinho tem médias de 4.8 pontos, 14.2 minutos e 1.9 assistências por jogo. Na última temporada pelo Jazz, o jogador atuou em 37 jogos, com médias de 12.8 minutos, 5.3 pontos, 1.7 rebotes e 2.5 assistências.

. Cristiano Felício

Após passagem por Jacareí, Minas e Flamengo no Brasil, o pivô Cristiano Felício assinou com o Chicago Bulls em 2015, onde segue até hoje.

Com 212 jogos na NBA, Felício tem média de 14.5 minutos, 4.6 pontos, 4.1 rebotes e 0.7 assistências por jogo. Na última temporada, o brasileiro entrou em 60 partidas, obtendo uma média de 12.4 minutos, 4.0 pontos, 3.6 rebotes e 0.6 assistências por jogo.

Com a saída de Robin Lopez, que foi para o Bucks, se espera que Felício tenha ainda mais tempo de quadra nesta temporada.

. Bruno Caboclo

Após se destacar pelo Pinheiros, no Brasil, Bruno Caboclo foi para o Toronto Raptors em 2014. Lá o ala não teve muitas oportunidades. Acabou indo para a Liga de Desenvolvimento onde atuou pelo Fort Wayne Mad Ants e o Raptors 905.

Em todo o tempo que ficou no Canadá, Caboclo fez apenas 25 jogos pela equipe na NBA. Em 2018 acabou sendo trocado e seu destino foi o Sacramento Kings. Na nova equipe, foram apenas dez jogos, média de 10 minutos por partida e 2.6 pontos.

Porém, na temporada seguinte o jogador partiu para o Memphis Grizzlies, onde finalmente conseguiu mostrar toda a sua evolução em quadra. Em 34 partidas o brasileiro teve média de 23.5 minutos, com 8.3 pontos, 1.1 tocos, 4.6 rebotes e 1.5 assistências. Com apenas 23 anos, Caboclo deve ter ainda mais chances nesta temporada, com chances de evoluir ainda mais sob a camisa do Memphis Grizzlies.

Saiba mais: Acompanhou quais as principais transferências para esta temporada? Então se liga neste artigo da Go Apostas!

 

. Didi

Draftado pelo New Orleans Pelicans, Didi dificilmente terá oportunidade nesta temporada. Isso se dá pelo fato da equipe ter emprestado o atleta para o basquetebol australiano, para que ele possa se desenvolver e aperfeiçoar o idioma. Caso tenha uma rápida evolução, o brasileiro ainda poderá ganhar alguns minutos nesta temporada, mas essa não é a situação mais provável.

Foto crédito: Facebook.com/NeneHilarioNBA

Gabriel Câmara

Formado em jornalismo, entrei no mundo das apostas esportivas a partir do ano de 2019, pelo site GO Apostas. Através do site pude conhecer, pesquisar, entrevistar e escrever sobre as mais diferentes áreas das apostas esportivas e de cassino online. Também faço análises e prognósticos para os nossos palpites e prognósticos diários! Acompanhe nossos conteúdos diários no Go Apostas!

Notícias mais recentes