Em luta esperada, Whittaker e Adesanya disputam cinturão dos médios

Neste sábado (05), acontece um dos eventos do UFC mais aguardados dos últimos meses. Na luta principal teremos, nada mais nada mesno, do que a disputa do cinturão dos médios. Israel Adesanya encara Robert Whittaker, dois dos principais lutadores na nova geração.

Além da grande luta principal, dois brasileiros também estão no card: Dhiego Lima e Bruno Silva. O palco das batalhas será o Marvel Stadium, localizado em Melbourne, na Austrália. A previsão de início é às 20h30.

FAÇA SUA APOSTA AGORA NA 1xBET

 

. Luta da noite: Robert Whittaker x Israel Adesanya

Na luta principal da noite Robert Whittaker e Israel Adesanya se enfrentam em um duelo em busca do cinturão dos médios, categoria até 83,9kg.

Campeão linear da categoria, Robert Whittaker lutará em casa, pois é australiano. Com 83.91kg e 1,80 de altura, o lutador tem 29 anos e já possuí 24 lutas em seu cartel, com 20 vitórias.

Foram seis decisões dos juízes, cinco finalizações e nove nocautes nas vitórias. Nas lutas perdidas, duas por decisões, uma finalização e um nocaute.

O lutador vem de nove vitórias seguidas, sendo as duas últimas diante de Yoel Romero, porém, por conta de lesões, não luta a mais de um ano. A última vez que Whittaker saiu derrotado foi em 2014, no UFC 170, quando foi nocauteado por Stephen Thompson.

Já Israel Adesanya é o dono do cinturão interino. Nigeriano, o lutador tem 30 anos, 1,93 de altura e 83.91kg. Ele tem 17 vitórias em 17 lutas, sendo 13 por nocautes e 4 por decisão dos juízes. A sua última luta foi contra Kelvin Gastelum, onde a vitória veio por decisão unânime. Adesanya é muito comparado ao brasileiro Anderson Silva, um de seus ídolos e que, inclusive, derrotou no UFC 234.

Com lutadores tão duros e equilibrados, dois pontos podem fazer a diferença. Para o lado de Whittaker, o fator torcida, já que lutará em casa. Já do lado de Adesanya, o ritmo de luta, pois o adversário vem convivendo com muitas lesões e não entra no octógono a mais de um ano. Justamente por esse fator, a dica de aposta é no campeão interino.

. Luke Jumeau x Dhiego Lima

Pelo peso meio-médio, Dhiego Lima encara Luke Jumeau, da Nova Zelândia, na abertura do card principal. Com 1,87 de altura e 77.11kg, o brasileiro de 30 anos ganhou destaque ao ser finalista do TUF 19 e 25.

Em seu cartel, são 14 vitórias e sete derrotas, sendo quatro vitórias por nocautes e finalizações, e seis pela decisão dos juízes. Nas derrotas, uma finalização, duas decisões e quatro nocautes. Dhiego vem de duas vitórias, contra Chad Laprise e Court McGee.

Já o neozelandês tem 31 anos, 77.11kg e 1,80 de altura. Com 17 lutas no cartel, foram 13 vitórias, sendo cinco por nocautes, quatro finalizações e quatro decisões dos juízes. Vindo de lesões, Luke não luta desde fevereiro de 2018, quando bateu Daichi Abe no UFC 221.

A dica de aposta nesse duelo é no brasileiro, que vem em um ritmo melhor que o adversário.

. Kalid Taha x Bruno Silva

O brasileiro Bruno Silva fará a sua estreia no UFC, diante de Khalid Taha, pelo peso-galo. Com 1,62 de altura e 61.22kg, o Bulldog, como é conhecido, tem 29 anos e um cartel de 15 lutas, sendo 10 vitórias, dois empates e três derrotas. Ele vem de duas vitórias seguidas no World Fighting Federation, diante de Joe Madrid e Ralph Acosta.

Já o adversário é alemão, e já possuí duas lutas no UFC, acumulando uma vitória e uma derrota. No card completo, são 13 vitórias e dois resultados negativos. Natural de Dortmund, Khalid tem 27 anos, 1,70 de altura e 61.23kg.

A dica de aposta é no alemão, por já ter mais experiência e não enfrentar as dificuldades psicológicas de uma estreia.

Foto crédito: Facebook.com/UFCBrasil

Melhores casas de aposta do Brasil

Bet365
Confiança 9.3
Betway
Confiança 9.2
Netbet
Confiança 8.6
Vivagol
Confiança 8.4